domingo, 1 de agosto de 2010

Fantasia



Hoje é um dia especial
Em que as crianças se agitam
Relembro, quanta saudade...
Na infancia, na puberdade.

A arvore iluminada
A porta da frente, enfeitada!
Nas ruas, gente apressada, que se fita
Indo e vindo,
É Natal!

(Hoje, não é mais aquela alegria...
O sino toca, mas triste
Só a lembrança, perciste
O resto, é fantasia!)
(tt/.)

0 comentários:

Postar um comentário